Você está aqui: Início » Profissionais » Referências

Caterpillar

Dados do projecto

  • Edifício Ceptra de 79 metros de comprimento
  • Extensão dum edifício já existente
  • Incorpora aspersores e energia elétrica
VerEspecificações »
Fundações »
Peça de ligação »
Peça de junção com clarabóia »
Isolamento do telhado »

Ficheiro do projeto

Edifício Ceptra de 79 metros de comprimento

A construção de aço para a Caterpillar, em Gosselies, Bélgica tem 24 metros de largura e nada menos do que 79 metros de comprimento. Todos os grandes veículos para a construção, escavadoras, guindastes e máquinas de terraplenagem ficam aquém do telhado de seis metros de altura. Entram facilmente através das três portas de correr.

Extensão de um edifício já existente

O armazém foi construido desde as fundações até ao topo do telhado utilizando o sistema Ceptra. Ao fazer isto, tivemos em conta a estrutura já existente, construindo o novo pavilhão mesmo encostado a ela. Mais ainda: Desde então, foi acrescentado à primeira unidade Ceptra um segundo edifício idêntico, inteiramente de acordo com os padrões da Frisomat.

Incorporação de aspersores e energia elétrica

Este edifício apresenta um sistema de aspersores que pesa 20 kilogramas por metro quadrado e cabos elétricos que pesam 15 kg/m². Os pontos de ligação estão nas posições corretas e foram feitos cálculos para o telhado aguentar estas cargas adicionais.

Fundações

  1. Coluna - As colunas do edifício Ceptra são feitas de segmentações Sigma (S320) em aço galvanizado S390GD.

  2. Isolamento- Isolamento em de lã mineral com 130 mm de espessura, (valor lambda: valor U de 0,43 W/m²K: 0,33 W/m²K ou Rc = 3,0 m²K/W). A espessura do isolamento excede a altura da cassete. Deste modo, a entrada de ar frio é minimizada.

  3. Impermeabilização- Uma fita isolante especial garante que o edifício será hermeticamente estanque.

  4. Revestimento exterior das paredes - Chapas trapezoidais (TR45, 0,63 mm de espessura) em aço galvanizado S280GD, com revestimento de poliéster (25 mm).

  5. Parafuso de ancoragem - Dois parafusos de ancoragem M20, com um comprimento de ancoragem de 400 mm. A betonagem é feita previamente . A Frisomat fornece um molde e os cálculos das respetivas fundações. As ancoragens fornecem uma junção articulável: apenas as forças de reação horizontais e verticais são transferidas, não flexões momentâneas.

Peça de ligação

  1. Caleira - Caleira de aço suspensa na parede, com 1,5 mm de espessura, ligada com película em PVC para garantir que resiste à chuva. Beirais com goteiras na ponta dos painéis sanduíche evitam a infiltração da chuva.

  2. Vigas- As vigas são feitas de segmentações C160 de aço galvanizado S390GD+Z para as calhas de cima e de baixo e segmentações de aço C130 para as verticais e diagonas. São ligadas com parafusos de rosca métrica (T8,8-M16) e peças de ligação de aço. A espessura da segmentação dependerá dos cálculos das cargas que terão de suportar (oscila entre 1,25 mm e 4 mm). A profundidade efetiva da cobertura é de 1 metro. A inclinação do telhado é 10°, o sufciente para que a água da chuva escoe e para garantir a impermeabilização sem recorrer a vedantes de borracha nas junções da cobertura do telhado.

  3. Coluna - Segmentação sigma (S320), aço de qualidade S390GD+Z, galvanizado (275 g/m²). O uso deste aço laminado a frio de alta qualidade é um padrão dos nossos edifícios industriais .

  4. Painéis sanduíche - painéis isolantes de 80 mm na cor RAL 7022 com um valor lambda de 0,043 W/mK e um valor U de 0,54 W/m²K.. A chapa de aço mais interior tem 0,45 mm de espessura e chapa exterior tem 0,5 mm.

Peça de junção com clarabóia

  1. Peça de ligação da linha de junção - A parte central C130 é expandida e encaixada com uma viga de suporte, para que a clarabóia assente nela. Fornecem-se todas as peças de acabamento necessárias e cintas plásticas de calafetagem à base de borracha butílica, para assegurar que não hája infiltração da chuva.

  2. Clarabóia - Folha plana, de várias camadas com policarbonato resistente aos raios UV no exterior, isolamento térmico de k=0.625W/m²K (R=1.6m²K/W). A folha tem 32 mm de espessura, pesa 3,7 kilogramas por metro quadrado e transmite 20% da luz incidente. Os construtores usam um manual de instalação individualizado, para garantir o posicionamento correto dos painéis e assim a impermeabilidade.

  3. Connecting pieceFolha de aço laminada a quente S235, galvanizada a quente. A peça de ligação tem 8 mm de espessura, devido às forças que atuam nas vigas (calculadas pelos engenheiros da Frisomat).
    As forças são transmitidas através de parafusos de rosca métrica do tipo 8.8-M16. Na conceção da estrutura de aço verificam-se as juntas aparafusadas das vigas.

  4. Treliças - As asnas são feitas de segmentos C160 de aço galvanizado S390GD+Z para as calhas de cima e de baixo e segmentos aço C130 para as verticais e diagonais. São unidas com parafusos de rosca métrica (T8.8-M16) e peças de ligação de aço. A espessura do segmento dependerá do cálculo das forças que terá de suportar (1,25 mm a 4 mm). A profundidade efetiva da cobertura é de 1 metro. A inclinação do telhado é 10°, o sufciente para que a água da chuva escoe e para garantir a impermeabilização sem recorrer a vedantes de borracha nas junções da cobertura do telhado.

Isolamento do telhado

  1. Painel sanduíche - painéis de isolamento de 80 mm com valor L de 0,043 W/mK e valor U de 0,54 W/m²K. A chapa de aço mais interior tem 0,45 mm de espessura e a mais exterior 0,5 mm.

  2. Junta aparafusada - Parafusos sextavados com rosca de duas entradas, especificamente adaptados à espessura dos painéis sanduíche. A junta aparafusada é aplicada à canelagem da chapa trapezoidal com um acessório concebido especialmente para esse fim. O número de parafusos é determinado de acordo com as cargas máximas (vento, neve, areia, etc.).

  3. Viga de suporte de aço - cortes Z120 C120, de 1,5 mm e 2 mm de espessura, em aço S390GD+Z, galvanizado com camada de zinco (275 g/m²). O vigamento é calculado pelos engenheiros da Frisomat.